AGU aciona PGR contra matéria antissemita da IstoÉ

0
64

Revista IstoÉ publicou um texto na última semana classificando secretário do governo Bolsonaro como um propagandista nazista.

A Advocacia Geral da União (AGU) entregou, nesta terça-feira (12), à Procuradoria Geral da República (PGR) uma representação contra reportagem publicada na última semana pela revista IstoÉ.

O texto compara o atual secretário de Comunicação da Presidência da República, Fábio Wajngarten, a Joseph Goebbels, chefe do departamento de propaganda da ditadura nazista de Adolf Hitler.

O documento foi entregue pelo advogado-geral da União, André Mendonça, ao procurador-geral da República, Augusto Aras.

Mendonça alega que a IstoÉ agrediu o secretário, que é judeu, e toda a comunidade judaica.

Aras, por sua vez, disse que encaminhará o caso a um procurador de primeira instância, que deverá tomar as providências, informa o site Poder360.

A Confederação Israelita do Brasil (Conib) e a Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp) já haviam alertado que iriam processar criminalmente a revista, como noticiou a RENOVA.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS