Após ataque a Bolsonaro, empresas paranaenses cancelam patrocínio à Rede Globo

0
119

Cresce o número de manifestações populares contra a emissora Rede Globo

A Rede de Supermercados Condor, uma das maiores redes do Paraná, comunicou que não anunciará mais a sua marca na Rede Globo de Comunicação. O anúncio foi emitido após o episódio em que a Globo buscou envolver o nome do Presidente Jair Bolsonaro na morte da vereadora Marielle Franco. Além do hipermercado Condor, a empresa Habitec Imóveis, do ramo imobiliário, também anunciou sua decisão de cancelar todos os seus anúncios com a emissora de televisão.

Em nota, o grupo Condor explica:

“Entendemos que em vista da franca recuperação econômica do nosso país, a emissora não deve ser somente imparcial, mas também não deve dar publicidade a notícias sensacionalistas, que só servem de especulação e municiam os que se opõem ao progresso do nosso Brasil”.

A direção do Condor declara ainda que:

“Em vista do posicionamento duvidoso da Rede Globo em relação à pessoa do nosso Presidente da República, comunico que hoje tomamos a decisão em nossa empresa de cancelar nossas inserções em todo o jornalismo nacional da emissora, isto é, Bom Dia Brasil, Jornal Hoje e Jornal Nacional, bem como de programas que vão contra os princípios e valores familiares”.

Após o episódio da publicação da Globo atacando o presidente Bolsonaro, as redes sociais foram inundadas com manifestações pedindo um boicote às empresas patrocinadoras da emissora. Manifestações de rua também ocorreram, inclusive em frente à sede da emissora, no Rio de Janeiro.

A empresa Habitec Imoveis afirmou em nota que:

“Não podemos compactuar com a posição que a Rede Globo vem tomando em diversos episódios de seu jornalismo […] Não temos visão político partidária, mas sentimos que o momento exige de todos nós um compromisso maior com o país”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS