Brasil cria cadastro para registro de refugiados da Venezuela

0
9

Até agosto, o Brasil contabilizava 14,6 mil refugiados do país vizinho em mais de 250 municípios.

O governo Jair Bolsonaro criou um cadastro oficial para o registro de refugiados da Venezuela.

O sistema vai se tornar a base de dados das autoridades do Brasil para interiorização nas modalidades trabalho, reunificação familiar e reunião social.

A portaria que regulamenta as regras foi publicada nesta segunda-feira (4) no Diário Oficial da União (DOU).

O documento é assinado pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, presidente do Comitê Federal de Assistência Emergencial.

“Instituir o Sistema Acolhedor como cadastro oficial de imigrantes advindos do fluxo migratório provocado por crise humanitária na República Bolivariana da Venezuela”, determina a portaria, segundo o site Metrópoles.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS