Brasil sobe no ranking das potências militares mundiais

0
36

Brasil tem um poderio bélico maior que o Canadá e a Austrália. Também supera nações mais populosas, como Indonésia e Paquistão.

A revista GlobalFirepower apresenta há 14 anos um elaborado ranking de 137 países de acordo com base em seu poderio militar.

De acordo com o levantamento de 2019, o Brasil subiu uma posição, alcançando a posição de 13ª no ranking mundial das potências militares.

As Forças Armadas do Brasil ultrapassaram o regime islâmico do Irã, permanecendo como a principal força militar da América Latina.

O estudo considera tamanho das Forças Armadas em pessoas e veículos, o orçamento para Defesa, sua infraestrutura e sua geografia.

Pela ordem, no ranking das potências militares do GlobalFirePower, estão à frente do Brasil:

  1. Estados Unidos;
  2. Rússia;
  3. China;
  4. Índia;
  5. França;
  6. Japão;
  7. Coreia do Sul;
  8. Reino Unido;
  9. Turquia;
  10. Alemanha;
  11. Itália;
  12. Egito.

Na comparação com as demais nações latino-americanas, de acordo com os números da GFP, o Brasil tem uma ampla vantagem bélica.

Com um efetivo de 334,5 mil militares na ativa (15.º do ranking) e 1,34 milhão na reserva (7.º do ranking), as Forças Armadas do Brasil têm 1,67 milhão de pessoas que podem servir o país em uma eventual guerra, registra o jornal Gazeta do Povo.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS