Câmara do Chile convoca plebiscito para nova Constituição

0
30
SANTIAGO, CHILE - OCTOBER 21: A demonstrator waves a Chilean flag next to a fire as clashing with riot police during a protest against Presidente Sebastian Piñera on October 21, 2019 in Santiago, Chile. President Sebastian Piñera suspended the 3.5% subway fare hike and declared the state of emergency for the first time since the return of democracy in 1990. Protests had begun on Friday and developed into looting and arson, generating chaos in Santiago, Valparaiso and a dozen other cities resulting in at least 8 dead. (Photo by Marcelo Hernandez/Getty Images)

Nova Constituição atende uma das principais demandas dos manifestantes que tomam as ruas do país.

A Câmara dos Deputados do Chile anunciou, nesta segunda-feira (11), a aprovação da convocação de um plebiscito para criar uma nova Constituição em 90 dias.

Os parlamentares também convocaram um segundo plebiscito para ratificação do documento.

De acordo com o deputado Matías Walker Prieto, da região de Coquimbo, a decisão foi tomada após um debate de uma comissão que durou 10 horas, registra o portal G1.

No último domingo, 10 de novembro, após uma reunião na casa do presidente Sebastián Piñera com líderes políticos, o ministro do Interior, Gonzalo Blumel, confirmou o início do processo de alteração da Constituição.

“Acordamos iniciar o caminho para avançar para uma nova Constituição. Entendemos que é um trabalho que temos que fazer pensando no país”, disse Blumel.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS