Diretora do novo filme As Panteras atribui fracasso ao machismo

0
523
Bilheteria do novo filme As Panteras decepcionou produção

A atriz e diretora Elizabeth Banks, responsável pelo remake de As Panteras, culpou a cultura machista pelo fracasso do filme nas bilheterias.

– Olha, as pessoas também precisam comprar ingressos para esse filme. Este filme tem que ganhar dinheiro. Se este filme não ganhar dinheiro, [isso] reforça um estereótipo em Hollywood de que os homens não vão ver mulheres fazendo filmes de ação – disse Banks aos Herald Sun.

O reboot de As Panteras arrecadou cerca de R$ 36 milhões em sua estreia, enquanto que o drama Ford vs Ferrari passou dos R$ 120 milhões.

A atriz e diretora ainda minimizou sucesso de bilheteria de Capitã Marvel, liderado por Brie Larson, que arrecadou mais de R$ 5,5 bilhões no mundo todo no início do ano. Ela também incluiu em sua opinião o filme Mulher Maravilha, que obteve quase R$ 3,5 bilhões em 2017.

– Eles vão assistir a um filme de quadrinhos como Mulher Maravilha e Capitã Marvel porque é um gênero masculino. Então, mesmo que sejam filmes sobre mulheres, eles os colocam no contexto de alimentar o mundo maior dos quadrinhos, então, sim, você está assistindo a um filme da Mulher Maravilha, mas estamos montando outros três personagens ou a Liga da Justiça – defendeu.

O filme original de As Panteras bateu os R$ 160 milhões em sua estreia, em 2000. Já a sequência As Panteras: Detonando alcançou mais de R$ 150 milhões em 2003.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS