Mais uma empresa anuncia boicote à Globo por viés ideológico

0
74

“Não voltaremos a anunciar enquanto os programas da Rede Globo não contribuírem para a valorização da Família e da Justiça”, diz a Nutriama.

Ao denunciar o “viés político” da Rede Globo, mais uma empresa brasileira aderiu ao boicote publicitário contra a emissora.

Desta vez, a companhia Nutriama, uma distribuidora de alimentos do estado do Amapá, optou por suspender a veiculação de anúncios na Globo.

Em um comunicado publicado nas redes sociais, na terça-feira (12), a Nutriama explicou que o “jornalismo de viés político” atrapalha o “desenvolvimento do país”.

Comandada pelos empresários Adiomar Roberto Veronese Jaime Domingues Nunes, a empresa convocou ainda uma reação do setor empresarial contra a emissora.

A Nutriama é mais uma empresa a aderir publicamente ao boicote comercial contra a Rede Globo. O movimento já conta com a participação, inclusive, das lojas Havan, rede do bilionário Luciano Hang.

Confira a íntegra do comunicado da Nutrimais:

“A Nutriama, empresa amapaense, comunica que, se solidariza com outras empresas no Brasil, a exemplo da Havan, e cancela a propaganda que tinha na programação da Rede Globo nos intervalos do Globo Esporte, Jornal Nacional e a Novela III.

Não concordamos com jornalismo de viés político, e que é contra o desenvolvimento, geração de empregos e melhoria das condições de vida do povo, e do nosso Amapá e do Brasil.

Não voltaremos a anunciar enquanto os programas da Rede Globo não contribuírem para a valorização da Família e da Justiça.

Entendemos que o setor empresarial tem que ter a coragem e a responsabilidade de não aceitar, calado e omisso, os erros e abusos por parte da imprensa ideológica e que torce para o “quanto pior melhor”.

Com trabalho, honestidade e amor pelo Amapá, acreditamos que iremos ajudar a melhorar a vida das pessoas desempregadas, e valorizar cada vez mais os princípios básicos de ética e respeito à vida, cumprindo com a justiça social e a Constituição brasileira.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS