Piñera aponta influência estrangeira em protestos no Chile

0
83

“Recebi muitas informações que afirmam que houve intervenção de governos estrangeiros aqui”, disse Sebastián Piñera.

Sebastián Piñera, presidente do Chile, afirmou ter recebido informações sobre influência estrangeira nos protestos violentos que assolam o país, mas preferiu ser “prudente” a esse respeito.

Em entrevista ao jornal espanhol El País, Piñera disse que os grupos por trás dos protestos são de “diferentes origens”:

“Acredito que hoje há algo novo, diferente do que tínhamos há um mês, mas preciso de evidências para poder afirmar.”

Embora ainda não tenha evidências suficientes sobre a suposta influência estrangeira nos protestos, Piñera disse que não descarta nada:

“Recebi muitas informações, algumas de origem externa, que afirmam que houve intervenção de governos estrangeiros aqui.”

E acrescentou:

“Mas quero ser prudente, entregamos essas informações ao Ministério Público, que é aquele que, por mandato da lei, deve investigar crimes no Chile.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS