‘Quem portar arma de forma ostensiva vai levar tiro’, diz Bolsonaro

0
26

“Bandidagem que está do lado de lá só entende uma linguagem que seja uma resposta mais forte”, diz Jair Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, comentou sobre o projeto de lei que pretende isentar de punição as forças de segurança em operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO).

Em transmissão ao vivo pelo Facebook, nesta quinta-feira (21), Bolsonaro declarou:

“Quem estiver portando uma arma de forma ostensiva vai levar um tiro, se a Câmara e o Senado aprovarem o meu projeto. Porque essa bandidagem que está do lado de lá só entende uma linguagem que seja uma resposta mais forte.”

De acordo com o chefe do Executivo, o projeto é o primeiro a ser apresentado de um conjunto de quatro preparados pelo governo:

“Esse projeto era um compromisso de campanha, mas não é só porque era um compromisso de campanha. Nós entendemos, o pessoal da segurança pública, das Forças Armadas, entendeu que era necessário. É um projeto de um total de quatro. Apresentamos um primeiro projeto hoje que trata de GLO.”

Ainda sobre criminosos armados, Bolsonaro enfatizou:

“Nosso pessoal atira, acaba abatendo um marginal armado com um fuzil para o lado de lá e para o lado de cá o policial responde processo no tocante a isso. Entendo que esse projeto é bem-vindo.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS