15 mil empresas foram afetadas por protestos violentos no Chile

0
20

As pequenas e médias empresas do Chile correspondem a 98% do total dos negócios no país e geram mais de 50% dos empregos.

A série de protestos violentos que sacodem o Chile há várias semanas já afetou mais de 15 mil pequenas e médias empresas.

O governo informou, na última sexta-feira (6), que 75 mil postos de trabalho no setor estarão em risco se o distúrbio social continuar.

O ministro da Economia, Lucas Palacios, disse que as empresas “foram afetadas, seja pela redução de vendas ou por danos físicos às instalações.

Palacios acrescentou que os empresários “sofreram diretamente a deterioração de nossa economia gerada pela violência que vimos nas ruas”, informa a agência AFP.

A revolta social contra o governo do presidente Sebastián Piñera já reduziu a atividade econômica chilena em 3,4% em outubro, o pior índice em uma década.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO