‘Ancine está destruída’, diz Wagner Moura em Nova York

0
181

“Todo o universo da cultura, no Brasil, está basicamente destruído”, afirmou Wagner Moura.

A cinebiografia do terrorista Carlos Marighella enfrenta um imbróglio burocrático na Agência Nacional do Cinema (Ancine) e, por isso, ainda não foi lançada nos cinemas do Brasil.

Durante discurso na Universidade de Columbia, em Nova York, o diretor do filme, Wagner Moura, demonstrou ressentimento com a situação:

“Eu não gosto de falar do ‘Marighella’ como um caso isolado: todo o universo da cultura, no Brasil, está basicamente destruído. A Ancine está destruída. Acabada. Game over. E esse é o jeito que eles fazem hoje: a censura não é como a da ditadura militar, que dizia ‘isso é proibido’.”

E, segundo o jornal Folha, acrescentou:

“Hoje eles infiltram pessoas nessas agências, e elas tornam tudo impossível de acontecer. Foi isso que fizeram com ‘Marighella’. Eles acharam uma forma de tornar o lançamento impossível do ponto de vista burocrático. Mas nós iremos achar um jeito.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO