Dinamarca é a nação menos feminista do planeta

0
67

Uma pesquisa com mais de 25 mil pessoas em 23 nações descobriu que apenas 1 em cada 6 dinamarquesas se considera feminista.

Dinamarca é um dos melhores lugares do mundo para ser mulher, com uma estreita disparidade salarial entre homens e mulheres, igualdade de direitos trabalhistas, creches universais e algumas das mulheres aposentadas mais felizes do planeta.

Curiosamente, uma pesquisa de abrangência global descobriu que este país europeu é uma das nações menos feministas do mundo desenvolvido.

A pesquisa conduzida pelo YouGov-Cambridge Globalism Project abordou mais de 25 mil pessoas em 23 nações desenvolvidas.

O relatório descobriu que apenas 1 em cada 6 dinamarquesas se considera feminista, 1/3 disse que assobios na rua era aceitável, e 2 em 5 tem uma visão desfavorável do movimento #MeToo, informa o The Guardian.

De acordo com os dados, apenas 1/6 das mulheres dinamarquesas se consideram feministas, um forte contraste com a vizinha Suécia, onde 46% das cidadãs são adeptas do feminismo.

“É uma questão difícil. O que é uma feminista moderna? Eu não quero ser igual em todos os sentidos”, disse Helene Frost, uma dinamarquesa de 37 anos.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS