Em delação premiada, Sérgio Cabral pode entregar Lulinha

0
85

Sérgio Cabral pode incluir Lulinha na sua delação premiada

Isso porque a polícia suspeita que repasses de dinheiro da Oi para Jonas Suassuna, sócio do filho de Lula, podem ter sido feitos por meio de um contrato fechado com o governo do Rio durante a gestão do ex-governador.

Até o momento, Cabral só entregou, nos 20 anexos entregues à PF, nomes com prerrogativa de foro.

Como noticiamos, Lulinha é alvo de investigações da Polícia Federal por repasses de R$132 milhões de operadoras de telefonia para suas empresas.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO