Estudantes da Venezuela desmaiam de fome em escolas primárias

0
27

A devastadora crise gerada pela ditadura Maduro, que assola a Venezuela há seis anos, esvaziou o sistema escolar.

Durante uma manhã quente de outubro, o bispo católico Jorge Quintero proferiu uma palestra para centena de crianças no liceu Augusto D’Aubeterre, na cidade litorânea de Boca de Uchire, na Venezuela.

Ao final da cerimônia de 15 minutos de duração, cinco crianças haviam desmaiado e duas tinham sido levadas embora de ambulância.

Os desmaios nessa escola primária se tornaram comuns. Muitos alunos chegam à sala de aula sem terem tomado o café da manhã ou mesmo jantado na noite anterior.

Em outras escolas, inacreditavelmente, as crianças perguntam se há comida antes de decidir se vão às aulas ou não.

“Não é possível educar pessoas esqueléticas e famintas”, disse a professora Maira Marín, líder sindical em Boca de Uchire, segundo o jornal Folha de S.Paulo.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS