Izabella Camargo “perde” R$ 500 mil por criticar a Globo

0
185

Jornalista Izabella Camargo descumpriu um acordo que tinha com a emissora Rede Globo durante uma entrevista ao programa Pânico

A jornalista Izabella Camargo teve um “prejuízo” de R$ 500 mil por causa da entrevista que deu para a Rádio Jovem Pan no dia 9 de dezembro. O motivo foi ela ter criticado, durante o Pânico, a Rede Globo. A informação foi dada pela coluna de Ricardo Feltrin, do portal Uol.

De acordo com o colunista, Izabella Camargo assinou um contrato com a Globo para ser demitida e receber uma indenização de R$ 1 milhão. Só que para isso, ela não poderia mais critica a emissora e nem fazer qualquer tipo de associação da Globo com a síndrome de Burnout, doença que sofre.

Ao programa Pânica, a jornalista disse que a a demissão da Globo ao voltar da licença médica foi um choque e “a coisa mais violenta que aconteceu” em sua vida.

Izabella deveria ter recebido o depósito nesta sexta-feira (20), mas os advogados da Globo alegaram que ela descumpriu o acordo, o que iria gerar uma multa. A juíza responsável pelo caso atendeu ao pedido dos advogados e determinou que a emissora depositasse apenas R$ 500 mil.

Para a defesa da emissora, o trecho mais grave da entrevista foi quando a jornalista disse que quando chegou “da minha licença médica e fui dispensada, cara, aquilo foi um golpe, foi a coisa mais violenta que aconteceu na minha vida até hoje. Foi mais do que assalto a mão armada”.

Izabella Camargo havia sido demitida em 2018, mas acabou reintegrada neste ano por uma ordem judicial. Antes da demissão ela havia tirado uma licença médica por sofrer da síndrome de Burnout.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO