Netflix é alvo de convocação na Câmara por filme do Porta dos Fundos

0
68

Especial de Natal do grupo Porta dos Fundos encena relação homossexual envolvendo a figura de Jesus Cristo.

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (17), a convocação de um representante da Netflix para prestar esclarecimentos sobre o filme “A Primeira Tentação de Cristo”.

A produção especial de Natal do grupo de humor Porta dos Fundos retrata uma relação homossexual envolvendo Jesus. Na polêmica produção, Cristo, Maria e José formam um triângulo amoroso.

O requerimento de convocação aprovado é de autoria do deputado Julio Cesar (Republicanos-DF). O congressista se baseia no artigo 208 do Código Penal para caracterizar a produção como vilipêndio, informa o site Poder360.

“Este filme é uma verdadeira afronta aos mandamentos constitucionais. Constitui crime previsto no Código Penal e verdadeira afronta religiosa aos valores cristãos”, enfatizou o deputado.

Procurada pela reportagem do site, a Netflix informou que não se manifestará a respeito da convocação para audiência pública.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS