Protestos prometem semana crucial para Macron na França

0
24

Sindicatos decidiram ampliar a greve contra a reforma previdenciária. Macron se encontra com ministros para tentar superar a crise.

Emmanuel Macron, presidente da França, vive uma semana crucial em meio aos protestos contra uma controversa reforma do sistema previdenciário.

As greves em massa e as mobilizações sociais com cerca de 800 mil pessoas entraram em seu quarto dia, neste domingo (8), e deixam o país semiparalisado.

Já neste dia 9 de dezembro, os franceses temem uma “segunda-feira negra”, especialmente na região de Paris.

A Companhia Ferroviária Nacional Francesa (SNCF) já alertou os usuários que o influxo para as estações será “muito perigoso” para a segurança dos viajantes, informa a agência AFP.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS