Alvo de críticas, documentário pró-PT é indicado ao Oscar 2020

0
48

O documentário, que traz uma perspectiva bastante distorcida sobre o período que marcou os governos petistas e também o impeachment de Dilma Rousseff, foi indicado aos Oscar 2020.

A informação foi divulgada nesta segunda-feira (13) pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood.

O filme em questão é o documentário Democracia em Vertigem, que concorrerá na categoria melhor longa-metragem, que disputará com as seguintes produções: American Factory (USA), de Julia Reichert e Steven Bognar; The Cave (USA), de Bruce Hunt; For Sama (USA), de Waad Al-Kateab e Edward Watts; e Honeyland (Macedônia), de Tamara Kotevska e Ljubo Stefanov.

Antes mesmo de ser lançado oficialmente, a produção de Petra Costa já vinha sofrendo fortes críticas.

Um dos pontos mais levantados contra o documentário foi a constante narrativa de que o impeachment da petista foi um ‘golpe’.

A obra também foi acusada ‘adulterar’ momentos importantes que são relatados na produção.

Hoje, por exemplo, a jornalista Natália Portinari, repórter do jornal O Globo e da revista Época, escreveu o seguinte tweet:

“Lembrar é viver… Petra Costa adultera foto e exclui armas em cena de Democracia em Vertigem”, disse.

O jornalista Guilherme Fiuza também usou as redes sociais para criticar a indicação.

“Democracia em Vertigem: Oscar de efeitos especiais para o maior assalto da história”, afirmou.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS