Cristóvão Colombo realmente encontrou canibais no Caribe

0
65

“Passei anos tentando provar que Cristóvão Colombo estava errado quando ele estava certo”, disse pesquisador.

Cristóvão Colombo, navegador e explorador da Itália, chegou à América Central em 1492.

De volta à Europa, Colombo contou histórias sobre como os povos da região praticavam canibalismo quando ele e sua frota chegaram por lá.

Entretanto, ao longo das últimas décadas, os historiadores acreditavam que esses relatos nada mais eram que mitos. Mas isso mudou recentemente.

Publicado na última sexta-feira (10) na revista Nature, um estudo mostra que os caribes invadiram a Jamaica, as Bahamas e a Ilha de São Domingos antes da chegada dos europeus por lá.

Em um comunicado, o pesquisador William Keegan afirmou:

“Passei anos tentando provar que Colombo estava errado quando ele estava certo: havia caribes no norte do Caribe quando ele chegou. Teremos de reinterpretar tudo o que pensávamos que sabíamos.”

A descoberta foi feita graças à tecnologia de reconhecimento facial, que permitiu aos pesquisadores analisar os crânios dos primeiros habitantes do Caribe.

Independentemente de a primeira impressão de Colombo ser precisa, a percepção europeia de que os caribes eram canibais teve um tremendo impacto na história da região.

A monarquia da Espanha, por exemplo, usou a prática de canibalismo como argumento para escravizar uma boa parte da população local.

Segundo a revista Galileu, Keegan acrescentou:

“A Coroa disse: ‘Bem, se eles se comportarem dessa maneira, podem ser escravizados’. De repente, todos os nativos de todo o Caribe se tornaram caribes para os colonos.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS