Deputado carioca denuncia Marcelo D2 por incitação ao crime

0
26

O deputado estadual Márcio Gualberto dos Santos (PSL-RJ) denunciou na noite de ontem (19/1), o músico conhecido como Marcelo D2, por incitação ao crime.

A denúncia foi feita na 34ª Delegacia de Polícia, no bairro de Bangu, no Rio de Janeiro. O motivo foi uma declaração feita pelo músico na conta oficial dele no Twitter, com os dizeres: “Direita liberal é o caralho, chega … Tinha que fazer uma suástica na testa de cada um desses fdp“.

postagem foi feita na sexta-feira (17/1), recebeu mais de 14.800 curtidas e foi retuitada por mais de 1.600 usuários da rede social.

O artigo 286 do Código Penal, diz que incitar, publicamente, a prática de crime pode ter como pena detenção, de três a seis meses, ou multa.

Márcio que está no Partido Social Liberal (PSL), mas de saída para o Aliança Pelo Brasil e também é inspetor da Polícia Civil, ao Terça Livre disse:

Ele disse que era necessário desenhar, com uma faca, na testa de quem não se identifica com esquerdismo, uma suástica.

Para mim isso é gravíssimo.

Ele tem mais de um milhão de seguidores.

Qual será o próximo passo? Mandar desenhar, à faça, uma foice e martelo na testa dos conservadores?

Já tivemos um episódio de um professor da UFRJ, se não me engano, que falou que os conservadores deveriam ser colocados num paredão e fuzilados.

Os esquerdistas estão abandonando a falsa imagem de tolerantes e pacifistas para assumirem o que de fato são: violentos, agressivos, raivosos com todos que não aceitam suas ideias.

Por fim: dentre os eleitores do Presidente Jair Bolsonaro existem judeus. Como eles vão reagir ao que falou o Marcelo D2?

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS