VÍDEO: populares esquartejam e queimam homem que estuprou e matou criança - Conservadorismo do Brasil
Inicio Brasil VÍDEO: populares esquartejam e queimam homem que estuprou e matou criança

VÍDEO: populares esquartejam e queimam homem que estuprou e matou criança

0
2686

O município de Fonte Boa (distante 677 km de Manaus), foi palco de uma noite macabra nesta sexta-feira (17), após populares invadirem a delegacia, capturar, esquartejar e por fim incendiar o corpo de Ronald Gomes Borges, 28, preso após estuprar e matar uma criança de 10 anos, identificada como Elcleciane Nascimento Duarte, conhecida como ‘nega’. O crime gerou revolta na população amazonense.

A PRISÃO DE RONALD

Ronald Gomes Borges, 28 anos, foi preso na noite desta quinta-feira em Fonte Boa (distantes 677 Km de Manaus), acusado de estuprar, matar e esconder o corpo da pequena Elcleciane Nascimento Duarte, de apenas 10 anos. A esposa de Ronald encontrou o corpo da vítima debaixo da cama do casal e chamou a polícia. A menina frequentava a casa para ajudar a mulher a fazer bolos que eram vendidos na cidade. Ronald foi preso por volta das 21 horas.

De acordo com o investigador Mário Alves, gestor da 55ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Fonte de Boa, o crime aconteceu à tarde. Ronald ofereceu R$ 40 para ter relações sexuais com a vítima que negou e tentou fugir. Ela foi pega por ele e depois de estuprada recebeu um golpe de mata-leão. Em seguida, pegou uma corda e a asfixiou até a morte.  Após ameaçar a esposa e ver que ela havia chamado a polícia, Ronald fugiu, mas foi pego dentro do mato.

Havia um mandato de prisão por roubo majorado em aberto contra ele do dia 22 de agosto de 2017.

A MORTE DE RONALD

Na noite desta sexta, conforme imagens ao vivo de Tony Oliveira, populares cercaram a delegacia, depredaram veículos e esquartejaram o corpo de Ronald.

Vídeos que circularam e viralizaram nas redes sociais na noite desta sexta-feira (17), mostram um corpo esquartejado enquanto uma multidão ensandecida grita ao redor. Nas filmagens, é possível ver as pessoas levantando partes do corpo, como perna e cabeça, como se fosse um troféu. No meio de muitas vozes exaltadas, uma grita: “Ele estuprou e matou a criança”. Em seguida alguém pede “Traz a gasolina”. Em outra filmagem aparece várias pessoas ao redor do que seria uma fogueira humana.

Mais cedo, o Manaus Alerta noticiou, segundo informações do investigador Mário Alves, gestor da 55ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), que a vítima costumava ir à casa do indivíduo, ajudar a fazer bolos e biscoitos com a companheira dele, para venderem na cidade. Na quinta-feira (16), a menina estava com o criminoso na residência, momento em que o mesmo a levou para um quarto e ofereceu R$ 40 para que ela mantivesse relação sexual com ele. A vítima não aceitou e tentou fugir, então o homem a pegou pelo braço e a estuprou.

De acordo com o investigador, após o ato, Ronald aplicou um golpe chamado “Mata-leão” na criança, que ficou desfalecida, então ele pegou uma corda e a asfixiou novamente, momento em que ela veio a óbito no local. O suspeito deixou o corpo da vítima embaixo da cama, e por volta das 19h a companheira do homem entrou no quarto e encontrou o corpo da criança.

Desde a tarde de sexta, circulava na web a intenção de populares era capturar o suspeito. Policiais teriam afirmado que o mesmo iria ser transferido para Manaus, por conta da revolta local.

Neste sábado (18), policiais irão se pronunciar sobre o caso e dar o balanço do que foi causado na delegacia de Fonte Boa.

Por Manaus Alerta

Veja as imagens feitas pelo Tony Oliveira:

 

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS