Ana Flávia, Carina e mais três responderão por homicídio

0
235

Eles são acusados da morte de Romuyuki, Flaviana e Juan Victor

A Polícia Civil de São Paulo indiciou, nesta terça-feira (11), os cinco suspeitos de assassinar o casal de empresários Romuyuki e Flaviana Gonçalves e o filho adolescente deles, Juan Victor, de 15 anos. Os cinco responderão por homicídio doloso.

A polícia apresentou denúncia contra a filha do casal morto, Ana Flávia Gonçalves, a namorada dela, Carina Ramos, além de Juliano, Guilherme Ramos da Silva e Jonathan Fagundes Ramos.

Inicialmente, os investigadores trabalharam com a hipótese de latrocínio, quando há roubo seguido de morte. No entanto, a linha de investigação mudou após o interrogatórios dos acusados e a polícia decidiu que houve homicídio. As autoridades acreditam que a intenção inicial era cometer o roubo, no entanto, como não havia dinheiro no cofre, o grupo decidiu matar a família.

Mesmo com o indiciamento, a polícia ainda não concluiu o inquérito. Investigadores ainda aguardam a conclusão dos laudos e a realização da reconstituição do crime.

Ana Flávia e Carina são apontadas como mentoras intelectuais do crime, já os homens indiciados seriam os executores.

O CRIME
No dia 28 de janeiro, foram encontrados os corpos de Romuyuki, Flaviana Gonçalves e do filho adolescente deles, Juan Victor. As vítimas estavam no porta-malas de um Jeep Compass carbonizado em uma área de mata em São Bernardo do Campo.

A perícia indicou que as vítimas foram mortas com golpes na cabeça, possivelmente por coronhadas de uma arma de fogo.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO