Casa Branca anuncia morte de líder do grupo terrorista da Al-Qaeda

0
102

Os Estados Unidos anunciaram na noite desta quinta-feira (6) que ‘eliminaram’ o Qassem al-Rimi iemenita, chefe do grupo terrorista Al-Qaeda na Península Arábica (Aqpa), no Iêmen.

“Sob as instruções do presidente Donald Trump, os Estados Unidos realizaram uma operação antiterrorista no Iêmen e conseguiram eliminar Qassem al-Rimi, fundador e líder do grupo Al-Qaeda na Península Arábica (Aqpa)”, um anunciou em um comunicado a Casa Branca.

A morte de Qassem al-Rimi “enfraquece ainda mais o Aqpa e o movimento global da Al Qaeda e isso nos aproxima de eliminar as ameaças que esses grupos representam à nossa segurança nacional”, afirmou a Casa Branca.

Segundo o executivo americano, a Al-Rimi havia ingressado na Al-Qaeda na década de 1990, trabalhando no Afeganistão para Osama bin Laden.

O grupo Al-Qaeda na Península Arábica (Aqpa) assumiu a responsabilidade pelo tiroteio ocorrido no início de dezembro em uma base militar americana em Pensacola, na Flórida, depois de ter matado três marinheiros, segundo comunicado divulgado no domingo pelo centro de monitoramento americano dos sites islâmicos.

“Em um discurso em áudio de seu líder, Qassem al-Rimi, a Aqpa assumiu a responsabilidade pelo ataque em dezembro de 2019 na base aérea naval de Pensacola”, informou.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO