Cineasta Petra Costa ataca autoridades do Brasil

0
133

Responsável pelo “documentário” Democracia em Vertigem, ela espalha mentiras

Alô, irmãos e amigos que me dão a honra de me acompanharem no Pleno.News. É com o senso de dever cumprido que protocolei perante o Exmo. procurador-geral da República, Antônio Augusto Brandão de Aras, notícia-crime contra a Sra. Petra Costa, pela prática de descriminação religiosa e de ato contra a segurança nacional.

Em vídeo amplamente divulgado no Brasil e no exterior, a jovem concede entrevista a um famoso canal de TV norte-americano assacando mentiras contra autoridades constituídas de nosso país.

Entre tantas calúnias inverídicas vociferadas pela citada destaco:
1. que o senhor presidente da República teria prometido matar criminosos;
2. que existe no Brasil uma onda evangélica responsável pela perseguição de “pessoas de cor”;
3. que com o novo governo, o número de homicídios praticados pela polícia do Rio de Janeiro aumentou 20%, perpetrando um genocídio de negros;
4. que o presidente incentiva fazendeiros a invadir terras indígenas e queimar a floresta amazônica, que em breve se transformará numa savana.

Essas afirmativas realmente são difusão de discórdia e ódio entre irmãos brasileiros. A finalidade é divulgar seu fantasioso filme de ficção política apelidado de “documentário” Democracia em Vertigem. O filme se esqueceu do personagem principal, os 6 milhões de brasileiros que saíram às ruas pelo impeachment de Dilma Rousseff.

Temos de usar de todos os meios legais para enfrentar esses verdadeiros apátridas que são useiros e vezeiros em denegrir nosso país no exterior. Até aqui foi impunemente, mas como cristãos cremos nos desígnios de Deus e nos cabe fazer a nossa parte.

Finalizo pedindo a Deus que ilumine nosso judiciário nessa peleja que é de todo povo e derrame as mais escolhidas bênçãos celestiais sobre nós.

Por – Marco Feliciano

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS