Fachin nega suspender ação do Instituto Lula na Lava Jato

0
65

O caso, que tramita na 13ª Vara Federal de Curitiba, ainda não foi julgado. Fachin rejeitou pedido de Lula.

O relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin, negou, nesta segunda-feira (10), um habeas corpus no qual o ex-presidente Lula da Silva (PT) pedia a suspensão de uma ação judicial.

No caso em questão, Lula que é acusado de receber propina por meio de um terreno para o Instituto Lula e um apartamento vizinho à residência do petista no ABC paulista.

Ao analisar o recurso, Fachin citou o entendimento do Supremo de não conhecer habeas corpus impetrados contra decisões de indeferimento de liminar no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O ministro frisou ainda que o mérito do recurso impetrado pela defesa ainda não foi analisado pelo STJ, “de modo que se mostra recomendável aguardar a manifestação conclusiva do Juízo natural”.

O recurso apreciado por Fachin foi impetrado pelos advogados de Lula no último dia 3 contra decisão do ministro do STJ, Leopoldo de Arruda Raposo, desembargador convocado do Tribunal de Justiça de Pernambuco, que indeferiu liminar em habeas corpus ao petista em dezembro, informa o site UOL.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS