Faustão exibe direito de resposta do Flamengo

0
41

Apresentador da Globo havia criticado a direção do Flamengo em relação ao incêndio no Ninho do Urubu.

O programa “Domingão do Faustão”, da Rede Globo, teve de exibir, neste domingo (16), uma nota de direito de resposta dos dirigentes do Flamengo, que no fim de semana anterior foram criticados pelo apresentador Fausto Silva.

Na ocasião, Faustão, criticou a postura da direção do clube do Rio de Janeiro em relação ao incêndio que matou dez garotos no Ninho do Urubu, em 2019.

Neste domingo, antes de anunciar a decisão judicial que concedeu aos dirigentes do Flamengo o direito de resposta em rede nacional, Faustão declarou:

“Foi feita uma crítica específica da minha parte com relação à dignidade humana, porque não há nenhuma indenização para a dor de quem perdeu o filho […] Quando se faz uma crítica, corre-se o risco que as pessoas criticadas podem não aceitar e querer o direito de resposta. Os dirigentes se sentiram desrespeitados e, através de advogados, exigiram o direito de resposta.”

A resposta dos dirigentes do Flamengo durou dois minutos. Confira abaixo a íntegra o direito de resposta lido no “Domingão do Faustão”:

“Na noite deste último domingo, durante o programa “Domingão do Faustão”, transmitido pela Rede Globo de Televisão, o apresentador Fausto Silva acusou as diretorias – passada e atual – do Clube de Regatas do Flamengo de agirem de forma desrespeitosa nas negociações com as famílias das vítimas do incêndio ocorrido no Ninho do Urubu.

Mostrando total desconhecimento do caso, o apresentador Fausto Silva, sob a desculpa de apoiar uma manifestação de torcedores, destilou uma série de acusações infundadas que acabam por atingir também a imagem da instituição Flamengo.

As injustas e desrespeitosas afirmações do apresentador Fausto Silva demonstram seu total desconhecimento, ou omissão, de todo tratamento sério e responsável que o Flamengo tem adotado nesta que foi a maior tragédia do clube em seus 124 (cento e vinte e quatro) anos.

Ao contrário do que foi afirmado pelo referido apresentador, o Flamengo, desde o primeiro momento após a tragédia, vem buscando amenizar a dor e prestar todo o auxílio possível para os familiares das vítimas, tendo, inclusive, arcado com todos os custos para trazer os familiares para o Rio de Janeiro, incluindo hospedagens, e arcando com todas as questões inerentes aos tratamentos psicológicos dos familiares e demais meninos atingidos pela tragédia.

O Flamengo sempre se colocou à disposição das famílias para celebração de acordos, já tendo celebrado acordo com 20 (vinte) famílias, restando, apenas 6 (seis) famílias a serem indenizadas.

Convém destacar, ainda, que as 6 famílias que ainda não celebraram acordo com o Flamengo recebem, atualmente, uma assistência no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais) por mês, até que a Justiça decida a questão ou até que sejam celebrados acordos.

É importante que se tenha em consideração que a celebração de acordos não depende, apenas, do Clube de Regatas do Flamengo, mas também das famílias e seus advogados.

Os acordos celebrados envolvem valores muito superiores aos aplicados pelos tribunais brasileiros para indenizações, de forma que demandas judiciais dificilmente concederão às famílias valores mais vantajosos do que os que foram e são ofertados pelo Flamengo.

É lamentável que um apresentador de tamanho renome e representatividade na televisão brasileira venha a proferir insultos e acusações injustas, sem que tenha se informado minimamente sobre a realidade dos fatos.

O Flamengo reafirma sua seriedade e compromisso em prestar toda a assistência necessária às famílias das vítimas e reitera que sempre esteve aberto ao diálogo e assim seguirá até que todas as famílias sejam indenizadas.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS