Folha de São Paulo acusa Bolsonaro de agredir ‘jornalismo profissional’

0
237

“O presidente da República agride a repórter Patrícia Campos Mello e todo o jornalismo profissional”, diz a Folha de São Paulo.

O jornal Folha de S.Paulo disse, nesta terça-feira (18), que o presidente da República, Jair Bolsonaro, agrediu a “dignidade, a honra e o decoro” ao tecer comentários sobre a repórter Patrícia Campos Mello.

Na manhã de hoje, na parte externa do Palácio da Alvorada, em Brasília, Bolsonaro ressaltou que, em um depoimento no ano de 2018, Hans River do Rio Nascimento disse ao Ministério Público Federal (MPF) que teria sido assediado pela jornalista Campos Mello.

O presidente declarou:

“O depoimento do Hans River, foi final de 2018 para o Ministério Público, ele diz do assédio da jornalista em cima dele. Ela [repórter] queria um furo. Ela queria dar o furo a qualquer preço contra mim.”

A declaração de Bolsonaro gerou risos por parte dele e dos apoiadores presentes no local.

Horas depois, a Folha divulgou a seguinte nota sobre os comentários do chefe do Executivo:

“O presidente da República agride a repórter Patrícia Campos Mello e todo o jornalismo profissional com a sua atitude. Vilipendia também a dignidade, a honra e o decoro que a lei exige do exercício da Presidência.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS