‘Fora, Witzel’: novas imagens mostram o governador do Rio de Janeiro sendo vaiado na Sapucaí

0
166

Coro de ‘Fora, Witzel’ foi entoado por parte do público presente no sambódromo; ‘Witzel traidor’ também foi dito por foliões.

Conforme noticiado pelo Conservadorismo do Brasil, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, foi hostilizado na noite deste domingo (23), no Sambódromo da Marquês de Sapucaí.

Um grupo de pessoas protestou contra a presença de Witzel no local.

Na ocasião, o presidente da escola de samba Mangueira, Elias Riche, saudou a presença do governador:

Gostaria de agradecer ao governador do Rio, Wilson Witzel, pelo apoio que ele deu a todas escolas de samba. Muito obrigado!”.

Neste momento, as vaias tomaram conta do Sambódromo, podendo ser ouvidas no vídeo do G1, que fazia a cobertura do evento.

Witzel estava acompanhado da esposa, Helena Witzel, e de assessores e secretários.

No momento que as vaias ganharam força, o governador se retirou da pista principal, retornando minutos após o ocorrido.

Mais vaias

Nas redes sociais, a rejeição de Wilson Witzel viralizou neste final de semana.

No Twitter, Witzel alcançou os assuntos mais comentados da plataforma.

Com isso, novos registros mostram o governador sendo vaiado na Sapucaí.

No vídeo publicado ontem pelo Conexão Política, as vaias ecoavam de forma abafada ao fundo do vídeo. Neste novo, contudo, as são bastante claras e auditivas.

Em outro ângulo, as vaias também podem ser ouvidas com nitidez.

Gritos como ‘Fora, Witzel’ e ‘Witzel traidor’ [em referência ao afastamento em relação a Bolsonaro] também puderam ser ouvidos.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS