Glenn Greenwald condenado a indenizar Joice Hasselmann em R$ 3 mil por post

0
55

Defesa de Joice Hasselmann celebrou a decisão e acusou Glenn Greenwald de propagar fake news.

O militante norte-americano Glenn Greenwald, cofundador do site The Intercept Brasil, foi condenado a pagar indenização à deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) por causa de uma publicação no Twitter.

A 24ª Vara Cível de Brasília ainda ordenou que a mensagem fosse excluída. Na manhã deste sábado (22), a publicação não estava mais no ar.

De acordo com a decisão judicial, Greenwald teria dito que a parlamentar “foi expulsa da profissão de jornalismo, e não poderia, portanto, ser porta-voz do PSL de ética no jornalismo”.

A decisão, de 19 de fevereiro, determina que Greenwald terá de pagar R$ 3.000 de indenização, mais R$ 300 de honorários advocatícios e apagar o texto da rede social.

No texto, o magistrado disse que Greenwald “excedeu os limites impostos” à expressão do pensamento. Ele ainda pode recorrer da decisão da 24ª Vara Cível.

“A decisão restabelece a verdade e serve de alerta àqueles que propagam fake news”, celebrou a defesa de Greenwald em carta enviada ao site UOL.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO