‘Golpismo de extrema direita’, diz Folha de São Paulo sobre atos do dia 15 de março

0
143

“Passar a mão na cabeça de quem incentiva e pratica a brutalidade nunca foi método eficaz”, diz Folha de São Paulo sobre atos de Jair Bolsonaro.

O jornal Folha de S.Paulo deixou claro, nesta quarta-feira (26), que é totalmente contra os protestos convocados por movimentos alinhados ao presidente da República, Jair Bolsonaro, para o dia 15 de março.

Em editorial intitulado “Limite a Bolsonaro”, a Folha diz que “talvez só o temor de um processo de impeachment possa deter a perigosa aventura” do chefe do Executivo.

O jornal afirma que Bolsonaro “pôs fogo na fervura de movimentos extremistas que planejam manifestar-se no próximo dia 15” de março.

“Na tentativa de promover o ato, a escória do bolsonarismo difunde mensagens de ataque e insulto ao Congresso Nacional e de exaltação a oficiais militares, um apelo a sua intervenção. Trata-se de golpismo de extrema direita, francamente minoritário no país”, acrescenta a Folha.

“Diante das demonstrações reiteradas de desprezo pela institucionalidade e de violações dos requisitos legais de honra, decoro e dignidade para o exercício da Presidência, talvez apenas o medo do impeachment possa deter a perigosa aventura Bolsonaro”, ameaça o jornal.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO