Jair Bolsonaro rebate histeria após comentário sobre Patrícia Campos Mello

0
1266

“Eu agredi sexualmente uma repórter hoje? Parabéns à mídia aí, valeu, hein! Eu cometi violência sexual contra a repórter hoje?”, indagou Jair Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, rebateu, nesta terça-feira (18), a histeria gerada após tecer comentário sobre a jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha de S.Paulo.

Mais cedo, o mandatário do Brasil lembrou que o ex-funcionário da empresa Yacows, Hans River do Rio Nascimento, acusou a repórter de utilizar métodos obscuros para obter informações prejudiciais ao então candidato Bolsonaro.

Na parte externa do Palácio da Alvorada, em Brasília, Bolsonaro declarou:

“No depoimento do Hans River no final de 2018 para o Ministério Público, ele diz do assédio da jornalista em cima dele. Ela queria um furo, ela queria dar um furo a qualquer preço contra mim.”

Horas mais tarde, após reunião ministerial, o chefe do Executivo questionou se, entre os jornalistas presentes, havia algum da Folha, e indagou:

“Eu agredi sexualmente uma repórter hoje? Parabéns à mídia aí, valeu, hein! Eu cometi violência sexual contra a repórter hoje?”

Em resposta aos comentários de Bolsonaro, a Folha acusou o presidente de agredir a “repórter Patrícia Campos Mello e todo o jornalismo profissional com a sua atitude”.

“Vilipendia também a dignidade, a honra e o decoro que a lei exige do exercício da Presidência”, acrescentou a nota oficial do jornal.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS