José de Abreu anuncia que irá sair do Brasil com a namorada: “vida maluca”

0
1161

José de Abreu e Carol Junger vão se mudar para a Nova Zelândia 

josé de Abreu recorreu ao Instagram nesta quarta-feira (05/02) para contar a todos que está de malas prontas para deixar o Brasil.

Na rede social, o ator – que acaba de retornar de uma viagem de dois meses e meio – contou que ele e a mulher, a maquiadora Carol Junger, irão se mudar para Nova Zelândia.

Na postagem, José de Abreu diz que o casal embarca amanhã (06/02) e finaliza com a hashtag #vidamaluca:

“Cansado. Foram 11 países, 75 dias de viagens. Amanhã começaremos uma nova fase de nossa vida em comum, vamos morar na Nova Zelândia. No começo em Aukland. Se gostarmos, ficamos. Se não, Wellington ou Christchurch. Opções não faltam: país lindo, padrão de vida comparado aos países escandinavos, mas sem o ônus do frio. Pequeno, povo bacana, natureza… Que Deus nos ilumine e proteja #newzealand #newzealandlife #auckland #expatlife #novazelandia #vidamaluca”, escreveu.

Em seu Instagram Stories, Carol Junger confirmou a viagem: “Daqui a pouco estou indo para a Nova Zelândia. Me recomendem o que vocês gostam de assistir?”, postou ela.

Polêmica com Bolsonaro e Regina Duarte

José de Abreu fez duras críticas à atriz Regina Duarte, que aceitou, no último dia 29 de janeiro, assumir a Secretaria Especial da Cultura, após um pedido feito pelo presidente Jair Bolsonaro.

Sem papas na língua, o ator vem usando suas rede sociais para fazer campanha contra a atriz. Após compartilhar um print de uma notícia com o nome de Bolsonaro, ele escreveu: “É a este fascista que Regina Dubois Duarte vai servir. Como respeitá-la?”, questionou.

Em áudios enviados à coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo, José de Abreu diz que não dá para respeitar quem apoia Bolsonaro e nem considerar ser humano um fascista.

“Fascista não tem sexo. Vagina não transforma uma mulher em um ser humano. Eu não vou parar, eu sou radical mesmo e estou em um caminho sem volta”, declarou ele.

Leia a transcrição do áudio na íntegra na coluna de Mônica Bergamo.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO