“O Brasil não é refúgio para criminosos”, diz Sérgio Moro

0
44

Ministro falou sobre prisão de acusados de matar brasileira nos EUA

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, falou em suas redes sociais sobre a prisão de dois acusados do assassinato da brasileira Ana Paula Braga, de 23 anos, no último dia 30 de janeiro, em Los Angeles, nos Estados Unidos. A dupla havia fugido ao Brasil e foi presa na cidade de Cariacica, no Espírito Santo.

Ana Paula Braga foi assassinada nos EUA Foto: Reprodução

As detenções de Thiago Bragança e Wenderson Silva aconteceram neste sábado (22) e contaram com a participação de diversas instituições tanto do Brasil quanto dos Estados Unidos. A cooperação, que teve sucesso em seu objetivo, foi celebrada pelo ministro Moro.

– Várias agências envolvidas na prisão dos assassinos da brasileira que, após o crime nos EUA, fugiram ao Brasil. Congratulações especialmente à Polícia Federal e à Polícia Militar do Espírito Santo. O Brasil não é refúgio de criminosos – escreveu.

A fuga dos suspeitos se iniciou logo depois do homicídio, quando eles seguiram no automóvel da vítima, carregando seu corpo até abandoná-lo na cidade californiana de Hot Springs. Ainda no automóvel da vítima, viajaram ao Estado de Oklahoma, e mais tarde, de ônibus, para o Texas.

Thiago Bragança e Wenderson Silva são acusados do crime Foto: Reprodução

Para chegar ao Brasil, os dois fizeram uma travessia terrestre para o México, de onde, a partir da capital, Cidade do México, pegaram um avião para o Rio de Janeiro.

Durante o período em que ficaram foragidos, os dois pressionaram e extorquiram familiares e parentes da vítima para obter recursos que ajudassem na fuga.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS