Temer decide encerrar a carreira política: “Já fui tudo”

0
123

Ex-presidente se arrepende da conversa com Joesley Batista

O ex-presidente Michel Temer decidiu dar um fim à carreira na política iniciada em 1981, quando se filiou ao PMDB (atual MDB), partido que chefiou por 15 anos.

– Eu já fui tudo. A essa altura, eu não tenho nenhuma intenção de ser candidato. Até porque, quem chegou à Presidência da República, em primeiro lugar, não pode ocupar outro cargo. Em segundo lugar, tem que ser de uma discrição absoluta. O que eu tenho procurado fazer – declarou.

Preso em março do ano passado pela Operação Lava Jato, ele afirmou que seu único arrependimento foi a conversa que teve com Joesley Batista, da JBS. Ele alega não ter cometido nenhuma ilegalidade, mas reconhece que o caso atrapalhou o seu governo.

– Se você perguntasse: “Do que você se arrependeu?”, acho que me arrependi de receber esse sujeito. Embora não tivesse a menor ideia, embora recebesse muitos empresários. Às vezes, a pessoa diz assim: “Mas você recebeu às dez e meia da noite”. Meu caro, você acha que o presidente trabalha das oito da manhã até às seis da tarde?

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO