Bolsonaro acusa imprensa de usar coronavírus para promover histeria

0
57

Jair Bolsonaro acusou “quase todos os meios de comunicação” de espalhar uma “sensação de pavor”.

Em pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão, o presidente da República, Jair Bolsonaro, teceu duras críticas ao comportamento da imprensa em meio à pandemia do novo coronavírus.

O chefe do Executivo acusou “quase todos os meios de comunicação” de espalhar uma “sensação de pavor” em relação à disseminação do vírus no Brasil.

Bolsonaro descartou as comparações entre o cenário no Brasil e o da Itália, enfatizando que os anúncios das vítimas fatais da Covid-19 no país europeu fizeram o “cenário perfeito, potencializado pela mídia, para que uma verdadeira histeria se espalhasse pelo país”.

O presidente ainda disse que “parte da imprensa mudou seu editorial”, pedindo calma e tranquilidade, e que parabenizava — com aparente ironia — a imprensa brasileira por isso.

Durante pronunciamento, Bolsonaro declarou:

“O vírus chegou, está sendo enfrentado por nós e brevemente passará. Nossa vida tem que continuar, os empregos devem ser mantidos, o sustento da família deve ser preservado. Devemos sim voltar à normalidade.”

O chefe do Executivo acrescentou:

“Algumas poucas autoridades estaduais e municipais devem abandonar o conceito de terra arrasada, a proibição de transportes, o fechamento de comércios e o confinamento em massa.”

Confira a íntegra do pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro no canal da RENOVA no YouTube:

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS