Doria faz boletim de ocorrência após supostas ameaças de morte

0
96

Além das redes sociais, mensagens com ameaças teriam sido enviadas no próprio celular do governador tucano.

João Doria (PSDB), governador de São Paulo, alega ter recebido ameaças de morte nas redes sociais por causa da sua atuação em meio à pandemia do novo coronavírus.

Após as ameaças, a casa do governador foi cercada, na noite desta quinta-feira (26), por decisão da Casa Militar do Palácio dos Bandeirantes.

Doria fez um boletim de ocorrência e a Polícia Civil vai abrir uma investigação, destaca a IstoÉ.

A revista informa que, de acordo com a equipe do governador, há indícios de que as supostas ameaças estão partindo de um movimento alinhado ao presidente da República, Jair Bolsonaro.

Apesar de não apresentar evidências, a equipe de Doria afirma que os ataques são feitos por “um movimento articulado pelo gabinete do ódio, liderado pelo filho do presidente, Carlos Bolsonaro”.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO