Estudo indica que novo coronavírus pode ser transmitido pelo ar

0
131

Os cientistas ainda estão trabalhando para entender como o novo coronavírus é realmente transmitido.

O Centro Médico da Universidade de Nebraska (UNMC), o Instituto Nacional de Pesquisa Estratégica da Universidade de Nebraska e outras instituições de pesquisa dos Estados Unidos participaram de um estudo conjunto sobre o novo coronavírus.

Os pesquisadores detectaram material genético do vírus que causa a Covid-19 em amostras de ar dentro e fora dos quartos de pacientes com casos confirmados da doença.

Dessa forma, de acordo com o estudo, que foi publicado no último fim de semana, é bem possível que o novo coronavírus seja transmissível pelo ar.

As descobertas oferecem “evidências limitadas de que existe algum potencial de transmissão aérea”, disseram os pesquisadores, embora tenham alertado que as descobertas não são confirmações de que o vírus é capaz de se propagar de forma aérea.

Procurando entender melhor a transmissão viral da Covid-19, os pesquisadores coletaram amostras do ar e da superfície dos quartos de 11 pacientes infectados.

Eles encontraram material genético do vírus em vários locais, como nos banheiros, mas também em amostras de ar, indicando assim que o coronavírus estava “amplamente disseminado no ambiente”.

Os pesquisadores indicaram que, além de o vírus ter sido detectado nos quartos dos pacientes com Covid-19, “amostras de ar dos corredores fora dos quartos onde [a] equipe estava entrando e saindo pelas portas também testaram positivo”, destaca a emissora FoxNews.

“Essas descobertas indicam que a doença pode se espalhar tanto por contato direto quanto por contato indireto, sugerindo que precauções de isolamento aéreo podem ser apropriadas”, concluíram os pesquisadores.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS