Lula ainda não foi punido pela Copa do Mundo e pela Olimpíada

0
44

O dinheiro desperdiçado no Itaquerão seria suficiente para a construção de 8 hospitais públicos

Não foi por falta de aviso que o Brasil do PT enterrou nas duas maiores (e mais dispendiosas) competições esportivas do planeta bilhões de reais reclamadas por carências urgentíssimas. “Vem aí a Copa da Roubalheira”, adverti (em coro com meia dúzia de jornalistas independentes) desde 2007, quando o país do futebol foi escolhido para hospedar o mundial de 2014. “Vem aí a Olimpíada da Ladroagem “, reiterei desde 2009, quando o Rio venceu a disputa entre as cidades interessadas em sediar os Jogos de 2016.

A pertinência dos avisos foi reafirmada por imagens dos comparsas festejando a vitória da ganância e da corrupção sobre a sensatez. Em Zurique, Lula comemorou a vinda da Copa ao lado de Ricardo Teixeira e Joseph Battler. O presidente da CBF e o presidente da Fifa foram banidos do futebol. Em Copenhague, ergueu brindes ao Rio olímpico em companhia de Carlos Nuzman, Sérgio Cabral e Eduardo Paes. O prefeito continua em liberdade. O governador vai envelhecendo na cadeia. O presidente do COB foi deposto do emprego.

Engaiolado por outras bandalheiras, Lula nunca foi punido pelo que fez (ou permitiu que fosse feito) na Copa e na Olimpíada. Só a história do estádio do Corinthians já lhe garantiria uma larga temporada na cadeia. Concebido por Lula e pelo cartola Andrés Sanchez, financiado pelo BNDES e executado pela Odebrecht, o Itaquerão deveria custar 400 milhões de reais. Vai chegando a 1 bilhão e 900 milhões de reais. Esse dinheiro bastaria para a construção de 8 hospitais públicos. Ou das cadeias que fazem falta ao país infestado de governantes e cartolas larápios.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS