Mais de 60 padres já morreram de coronavírus na Itália

0
15

As idades dos sacerdotes mortos na Itália variam entre 45 e 104 anos.

Entre as quase 7 mil vítimas da Covid-19 na Itália, pelo menos 66 são padres da Igreja Católica.

Um terço deles são da Diocese de Bergamo, província no norte do país que está no epicentro da pandemia do novo coronavírus.

Em Roma, dois conventos femininos foram isolados. Em um deles, 19 das 21 freiras foram diagnosticadas com Covid-19. No outro, são 60 as religiosas com coronavírus.

A secretária-geral da congregação e diretora de um dos hospitais, irmã Lancy Ezhupara, declarou:

“Em todas as nossas estruturas há irmãs enfermeiras que nesse período arriscam a própria vida com abnegação.”

E, segundo o jornal Gazeta do Povo, acrescentou:

“Nós, filhas de São Camilo, fazemos um quarto voto, além dos três votos clássicos de pobreza, obediência e castidade: o voto de servir os doentes ainda que custe a própria vida. Talvez nos últimos anos, para muitas de nós, esse quarto voto esteve um pouco ofuscado, mas hoje ele voltou com força a ter toda a sua extrema atualidade.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS