Médico que alertou sobre falta de equipamentos na Itália morre de coronavírus

0
174

O médico italiano estava em Cremona, na Itália, uma região considerada “zona vermelha”.

Durante entrevista a um canal de TV da Itália, o médico Marcello Natali reclamou da falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para tratar pacientes com a nova variante de coronavírus.

O italiano, de 57 anos, disse que as luvas de látex tinham acabado e que os médicos não estavam preparados para crise de saúde que atinge a Europa.

Dias depois da entrevista, o médico morreu por conta da Covid-19, segundo a revista IstoÉ.

Confira as últimas informações sobre os efeitos da pandemia no Brasil e no mundo:

O ministro da Economia da Argentina, Martin Guzman, disse nesta sexta-feira que a elevada dívida externa do país “é impagável” e que o momento da recuperação econômica é incerto devido à crise da pandemia do novo coronavírus.

A Colômbia entrará em isolamento geral “obrigatório” para enfrentar a pandemia do novo coronavírus a partir da próxima semana, anunciou o presidente Iván Duque.

As autoridades chinesas anunciaram neste sábado (noite de sexta no Brasil) que, pelo terceiro dia consecutivo, não foram registrados casos de transmissão local da covid-19, mas confirmaram novas infecções originadas no exterior.

O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, anunciou nesta sexta-feira que a quarentena de prevenção contra o coronavírus durará até domingo, 12 de abril, em todo o país.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS