‘Povo não é mais refém de manipulações’, diz Bolsonaro sobre caso do travesti Suzy

0
80

“Graças à internet livre, o povo não é mais refém de manipulações”, disse Jair Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, comentou, nesta segunda-feira (9), sobre o caso envolvendo o presidiário travesti Suzy de Oliveira.

Suzy foi entrevistada pelo médico Drauzio Varella durante reportagem exibida pelo Fantástico, no dia 1º de março.

Em nenhum momento a emissora Rede Globo informou os crimes cometidos pela trans. Ela estuprou e matou um menino de 9 anos.

Em mensagem no Twitter, Bolsonaro declarou:

“Enquanto a Globo tratava um criminoso como vítima, omitia os crimes por ele praticados: estupro e assassinato de uma criança.”

O histórico de Suzy, que foi batizado como Rafael Tadeu de Oliveira dos Santos, só foi revelado após reportagens divulgadas, neste domingo (8), em diversos sites da internet brasileira.

“Graças à internet livre, o povo não é mais refém de manipulações”, acrescentou Bolsonaro.

O chefe do Executivo completou:

“Infelizmente a Constituição não permite prisão perpétua para crimes tão cruéis.”

Confira a mensagem escrita por Bolsonaro:

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO