Putin propõe proibir casamento homossexual na Constituição

0
95
ILN01. VLADIVOSTOK (RUSIA), 12/09/2018.- El presidente ruso Vladimir Putin asiste a una reunión con su homólogo de Mongolia Khaltmaagiin Battulga (fuera de cuadro) en el marco del Foro Económico Oriental en Vladivostok (Rusia) hoy, miércoles 12 de septiembre de 2018. EFE/MIKHAEL KLIMENTYEV/SPUTNIK/KREMLIN POOL / POOL /CRÉDITO OBLIGATORIO

Líder russo apresentou novas emendas estabelecendo o princípio de que o casamento só é possível entre um homem e uma mulher.

Vladimir Putin, presidente da Rússia, apresentou novas emendas constitucionais ao Parlamento.

O mandatário russo quer introduzir a menção de Deus na Constituição e estabelecer o princípio de que o casamento só é possível entre um homem e uma mulher.

Putin anunciou em janeiro que a Rússia alteraria sua Constituição de 1993, uma iniciativa amplamente considerada como destinada a organizar o período pós-2024, ano em que termina seu quarto e último mandato presidencial.

Nesta segunda-feira (2), o presidente do Parlamento russo, Viatcheslav Volodine, declarou:

“As emendas do presidente são o resultado de seu diálogo com representantes de todas as facções e da sociedade civil.”

O vice-presidente do Parlamento, Piotr Tolstoi, disse que as emendas apresentadas por Putin estabelecem que a menção à “fé em Deus” dos russos seja introduzida na Constituição e estipula que o casamento é a união de um homem e uma mulher, destaca o jornal Correio Braziliense.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO