Coronavírus veio de laboratório chinês, diz Nobel de Medicina

De acordo com o professor francês Luc Montagnier, a doença foi desenvolvida sem querer pela China

0
225

Enquanto o mundo enfrenta a pandemia do novo coronavírus, muitas perguntas em relação à doença continuam sem resposta. E a origem da doença, uma das que mais desperta a curiosidade da população, pode enfim ter uma resposta. De acordo com o professor e Nobel de Medicina francês Luc Montagnier, a Covid-19 teria se originado em um laboratório em Wuhan, na China.

A declaração foi dada à rádio Frequénce Médicale. Luc Montagnier ganhou o Prêmio Nobel de Medicina em 2008 por ter “descoberto” o HIV.

– O laboratório de alta segurança da cidade de Wuhan é especializada nesse tipo de vírus, o coronavírus, desde o começo dos anos 2000. Eles têm expertise com isso. Isso me fez olhar de perto a sequência de RNA do vírus. Fiz essa análise, assim como o matemático Jean-Claude Perez, especialista em biomatemática – explicou.

O professor também explicou que um grupo de pesquisadores indianos também analisou o novo coronavírus.

– Não fomos os primeiros, já que um grupo de pesquisadores indianos tentou publicar um estudo que mostra que o genoma completo desse coronavírus [possui] sequências de outro vírus, o HIV, o vírus da AIDS – apontou.

De acordo com o vencedor do Nobel, a sequência do HIV foi inserida no coronavírus com a intenção de tentar se produzir uma vacina contra o HIV. Para ele, os chineses estavam tentando desenvolver uma cura para a Aids e usaram o coronavírus. No entanto, a Covid-19 acabou se espalhando por um acidente.

– É o trabalho de um aprendiz de feiticeiro – apontou.

Luc Montagnier ainda afirmou que a China deveria reconhecer que errou ao “criar” a Covid-19.

– Os iranianos reconheceram que derrubaram um avião por engano. Os chineses também deveriam reconhecer o erro, pelo bem da ciência – destacou.

Cercada de polêmica, a tese do Nobel de Medicina chegou a ser contestada por cientistas do Instituto Pasteur e do Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS), que afirmaram que o vírus não foi criado em laboratório.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO