Isolado, Doria recua e elogia pronunciamento de Bolsonaro

0
375

Governador Doria deu pausa em críticas ao presidente Bolsonaro

Após semanas de rusgas com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a necessidade de manter o fechamento de comércios em meio à pandemia da Covid-19, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), ensaiou uma reaproximação ao governo federal na manhã desta quarta-feira (1º).

Doria elogiou o discurso feito em rede nacional pelo presidente na noite de terça-feira (31) e se disse “feliz” pelo pronunciamento.

– Eu, ontem, como cidadão, como brasileiro e como governador, fiquei feliz de assistir um presidente da República mais moderado e com bom senso, colocando uma mensagem equilibrada à população brasileira – afirmou em entrevista à imprensa no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

Apesar do elogio de Doria, Bolsonaro voltou a criticar o posicionamento de governadores e prefeitos, sem citar nomes. Em um vídeo, o presidente comentou sobre o desabastecimento do Ceasa.

– Não é um desentendimento entre o presidente e alguns governadores e alguns prefeitos. São fatos e realidades que devem ser mostradas. Depois da destruição não interessa mostrar culpados – escreveu Bolsonaro ao lado do vídeo.

O posicionamento do presidente logo reverberou em Doria, que ainda manteve um tom ameno.

– Por enquanto prefiro levar em consideração sua manifestação de ontem e desconsiderar sua manifestação de hoje pela manhã – concluiu Doria.

O governador negou que haja desabastecimento no estado. Ele também afirmou que o fechamento do comércio permanece até o dia 7 de abril e que só dará um novo posicionamento na véspera.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO