Não há previsão para fim da quarentena no Rio de Janeiro, diz Witzel

0
61

“Tudo será feito de forma estudada e ordenada”, diz Witzel sobre fim do isolamento.

Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro, afirmou, nesta terça-feira (28), que não há data definida para a flexibilização das medidas de isolamento social no Estado em meio à pandemia do coronavírus.

Segundo a agência EBC, Witzel disse que, primeiramente, é preciso “desafogar os hospitais”:

“A saída do isolamento social deve ser feita de maneira responsável. Reabrir o comércio agora pode aumentar ainda mais o número de casos.”

Witzel ainda enfatizou que, para aliviar as restrições, os hospitais de campanha precisam estar prontos:

“Os hospitais de campanha serão de muita importância no combate ao coronavírus. A unidade do Leblon já foi inaugurada e está recebendo pacientes. Ainda temos outros hospitais para inaugurar. Não podemos ter o fim da quarentena sem os hospitais de campanha.”

No último dia 25 de abril, o Rio de Janeiro inaugurou o primeiro hospital de campanha do Estado dedicado exclusivamente a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) infectados pelo coronavírus.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO