Censura: Moraes determina bloqueio das redes sociais de influenciadores e empresários aliados a Bolsonaro

0
125

Em sua decisão na ação desta quarta-feira (27), o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, determinou o bloqueio das contas de empresários e influenciadores aliados ao presidente Jair Bolsonaro no Facebook, Instagram e Twitter.

Segundo Alexandre de Moraes, o bloqueio é “necessário para a interrupção dos discursos com conteúdo de ódio, subversão da ordem e incentivo à quebra da normalidade institucional e democrática”.

Os influenciadores alvos da medida são Allan dos Santos, Bernardo Kuster, Edson Salomão, Eduardo Fabris Portella, Enzo Momenti, Marcelo Stachin, Marcos Bellizia, Rafael Moreno, Paulo Bezerra, Rodrigo Ribeiro e Sara Giromini.

Os empresários são Edgard Corona, Luciano Hang, Otavio Fakhoury, Reynaldo Bianchi Júnior e Winston Lima.

O procurador-geral da República, Augusto Aras, já entrou com pedido ao ministro Fachin para que o inquérito seja suspenso.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO