China condena apoio dos EUA à inclusão de Taiwan na ONU

China condenou publicação dos EUA apoiando a participação de Taiwan na ONU.

0
65

A missão diplomática da China nas Nações Unidas (ONU) expressou “forte indignação e oposição firme” a uma mensagem publicada pelo governo dos Estados Unidos na última sexta-feira (1º).

Considerada pelo regime comunista como uma província rebelde que aguarda a reunificação, Taiwan foi vista como um modelo na luta contra o coronavírus.

Menos de 500 casos foram detectados na ilha, apesar de sua proximidade com a China continental, onde a pandemia teve início.

Na publicação criticada por Pequim, o governo Donald Trump classifica a exclusão de Taiwan da ONU como uma “afronta” aos princípios da organização.

“Proibir #Taiwan de pôr os pés na ONU é uma afronta, não apenas ao orgulhoso povo de Taiwan, mas também aos princípios da ONU”, disse a missão dos EUA na organização.

Em resposta, segundo a agência France-Presse, Pequim disse que “Taiwan é uma parte inalienável da China”.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO