EUA estudam ações retaliatórias contra a China por coronavírus

A pandemia de coronavírus está acirrando ainda mais as tensões diplomáticas entre EUA e China.

0
81

Há uma tendência crescente dentro do governo Donald Trump para aplicar medidas retaliatórias contra a China por seu papel na origem da pandemia do coronavírus.

A informação foi apontada por três fontes familiarizadas com o assunto, entre elas uma autoridade dos Estados Unidos, à agência Reuters. Todos eles alertaram que a iniciativa ainda está nos estágios iniciais.

“Há uma discussão sobre o quão duro vamos bater na China e como calibrar isso apropriadamente”, disse uma das fontes ouvidas pela agência.

O jornal The Washington Post, citando duas de suas fontes, publicou que algumas autoridades do governo discutiram a ideia de cancelar dívidas detidas pela China como forma de atingir Pequim.

Em coletiva de imprensa na Casa Branca, nesta quinta-feira (30), o presidente Trump afirmou ter visto provas conectando o Instituto de Virologia de Wuhan com o ponto de partida da pandemia.
“Sim, eu vi”, disse Trump ao ser questionado por jornalista sobre o assunto, como noticiou a RENOVA.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO