‘Tudo tem limite’, diz Bolsonaro sobre decisão de Alexandre

“Não é um recado. É uma constatação ao senhor Alexandre de Moraes. Tudo tem limite”, diz Jair Bolsonaro.

0
89

O presidente da República, Jair Bolsonaro, criticou pela segunda vez, nesta quinta-feira (30), a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, que suspendeu a posse do delegado Alexandre Ramagem para a Polícia Federal (PF).

Em entrevista à Rádio Guaíba, após desembarcar em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, Bolsonaro disse que não será um presidente “pato manco”:

“Não vou admitir ser um presidente pato manco, refém de decisões monocráticas de quem quer que seja. Não é um recado. É uma constatação ao senhor Alexandre de Moraes. Tudo tem limite.” 

Bolsonaro acrescentou:

“Essa decisão do senhor Alexandre de Moraes, não engoli ela no dia de ontem. É uma afronta à pessoa do presidente da República.”

Mais cedo, em conversa com jornalistas na saída do Palácio da Alvorada, em Brasília, Bolsonaro já havia dito “não ter engolido” a decisão:

“Tirar numa ‘canetada’, desautorizar o presidente da República com uma ‘canetada’, dizendo em impessoalidade? Ontem quase tivemos uma crise institucional. Faltou pouco. Eu apelo a todos que respeitem a Constituição.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO