Bolsonaro diz que atos contra governo são de “marginais, maconheiros e desocupados”

0
112

Presidente Jair Bolsonaro fez declaração dura contra manifestações da extrema-esquerda que usaram violência e confronto

Durante a inauguração do primeiro hospital de campanha federal nesta sexta-feira (5), em Águas Lindas de Goiás (GO), o presidente Jair Bolsonaro fez um duro discurso contra os manifestantes que realizaram atos anti-governo com uso da violência. Em sua fala, o chefe do Executivo disse que o grupo é composto de “marginais e maconheiros”.

– Eles são uns marginais, maconheiros, desocupados, que não sabem nada de economia e não sabem o que é trabalhar pra ganhar o seu pão de cada dia – afirmou o presidente.

Bolsonaro também destacou que o grupo tenta “quebrar o Brasil” através da violência e defendeu que aplicará a lei contra os manifestantes caso eles cometam algum ato contra as legislações brasileiras.

– O outro lado, que luta por democracia, que quer o governo funcionando, quer um Brasil melhor e preza por sua liberdade, que não compareçam às ruas nestes dias para que as forças de segurança, não só estaduais, bem como a nossa, federal, façam seu devido trabalho porventura estes marginais extrapolem os limites da lei – completou.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO